Descubra todas as oportunidades Tronik︎ Subscreva a Newsletter.︎

4 dicas essenciais para seres eficaz numa entrevista de emprego
07/03/2019

4 dicas essenciais para seres eficaz numa entrevista de emprego

1- Define, previamente, três aspetos que queres que o entrevistador saiba sobre ti.
É praticamente impossível prever todos os tópicos que serão abordados durante a entrevista. Não implicando isso que não possas estar preparado para a maioria das questões. Antes da entrevista, reúne três coisas que pretendes que o entrevistador saiba sobre ti. Sejam elas habilidades ou experiências, o que importa é que demonstrem o teu conhecimento e valor para a empresa. Por exemplo, poderás evidenciar as tuas capacidades de conclusão de projetos antes da data-limite de entrega ou de gerar receita através de ideias inovadoras. Quaisquer que sejam os aspetos que referires, deverás pensar em breves exemplos ilustrativos de cada um. Poderás utilizar essas três coisas como base para uma resposta, no caso de, por exemplo, o entrevistador te questionar acerca de alguma conquista da qual te orgulhas.
Desta forma, conseguirás reduzir o tempo que demoras para pensar em respostas, e, por conseguinte, os níveis de stress, pois terás sempre em mente informações que poderás trazer para a conversa, quando confrontado com questões inesperadas.
Quando pensas sobre três aspetos que pretendes comunicar, certifica-te de que estes são, de facto, informações valiosas para a empresa em questão. Se falas alemão, essa poderá não ser uma skill que valha a pena salientar, caso o negócio da organização não possua qualquer ligação com a Alemanha. Coloca a questão a ti mesmo: “Que mais-valias poderás trazer à empresa?”. Foca-te em comunicar apenas o que é relevante.

2- Adia a abordagem ao tema “salário”.
Claro está que este é um dos fatores mais importantes, perante a possibilidade de vires a aceitar um novo emprego. Contudo, deves tentar adiar o assunto “salário” para mais tarde, na entrevista. Deves começar por referir ideias como: “Gostaria de saber mais acerca do cargo, para que possa entender melhor o valor que acrescento à empresa.”.
Quanto mais tarde falares em “números”, aquando da entrevista, também mais tempo terás para demonstrar o teu valor. Ainda, chegado o referido tema, deverás estar preparado para avançar com uma resposta que não te prenda ao teu salário anterior e que te possibilite receber aquele que consideras justo.

3- Evitar detalhar o porquê de estares à procura de um novo emprego.
Se te for questionado o motivo pelo qual pretendes sair do teu atual emprego, deves ser honesto na tua resposta. No entanto, ser honesto não significa que tenhas de partilhar todos os detalhes. Se existe alguma razão negativa que te tenha levado a querer dar um novo passo na tua carreira, explorar demasiado esse tópico poderá causar stress. Além disso, a verdade é que não és a primeira pessoa a querer abandonar uma experiência profissional desagradável. Assim, a razão que te levou a querer sair, poderá não ser tão tenebrosa quanto te parece. Em todo o caso, deves preocupar-te em oferecer uma resposta breve e generalista.
O essencial é que percebas e comuniques aquilo que aprendeste em contextos nos quais conviveste com diferentes tipos de personalidade ou com poucos recursos. Não existem situações perfeitas. A tua autoconsciência e autoaperfoiçoamento irão demonstrar, ao teu potencial futuro empregador, que serás bem-sucedido na função que pretendes ocupar.

4- Sê tu próprio.
A partir do momento em que te contratam com base num processo de recrutamento no qual demonstraste ser algo diferente daquilo que realmente és, o que irá acontecer é que o teu novo empregador ficará à espera que tu continues a proceder dessa mesma forma, no exercício da tua função. Agir mostrando-se ser alguém que não se é, na realidade, pode-se tornar bastante cansativo, podendo constituir algo que se venha a revelar prejudicial para a capacidade de trabalho. Por isso, sê tu mesmo desde a fase inicial. O processo de recrutamento é dicotómico, pois, se por um lado, a empresa tenciona perceber se o teu perfil se encaixa naquilo que é pretendido, por outro também é uma etapa importante e que deves aproveitar para compreender se a empresa será adequada para ti.
A única forma que tens de encontrar uma resposta a esta incerteza e de vires a ser verdadeiramente eficaz no teu futuro emprego, é seres autêntico.
 
Na tua próxima entrevista, foca-te em demonstrar o teu valor, sendo relevante, partilhando o que aprendeste, até aos dias de hoje, com experiências anteriores, adiando o assunto relativo ao salário até ao fim do processo de entrevista e, ainda, não menos importante, sendo tu próprio desde o início.

Boa Sorte!

Fonte.

Tronik - Digital Recruitment Agency
Tronik - Digital Recruitment Agency